Estações I&M

LTsER Montado inclui 5 estações principais de investigação e monitorização (I&M) que representam um gradiente de clima e tipos de solo. Estas conceptualizam uma plataforma socioeconómica ao representarem diferentes regimes de uso do solo e cenários de desertificação, logo sujeitos a diferentes pressões.


Herdade da Ribeira Abaixo


A Herdade da Ribeira Abaixo, localizada na Serra de Grândola, é propriedade do Ministério da Agricultura tendo sido cedido a seu usufruto à Faculdade de Ciências de Lisboa desde 1996. Desde então tem funcionado como estação de campo do cE3c (Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais – ex-Centro de Biologia Ambiental). A propriedade tem 221 ha, sendo o uso do solo principalmente montado de sobro. Atualmente a gestão é de reduzida intensidade sendo o controlo de matos e a extração de cortiça as principais atividades. Na herdade têm vindo a desenvolver-se estudos científicos na área da ecologia principalmente por parte dos estudantes de biologia e investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.





Companhia das Lezí­rias


A Companhia das Lezírias localiza-se no Município de Benavente a 50 km de Lisboa. A propriedade foi nacionalizada em 1975 e desde 1989 é gerida por uma Sociedade Anónima de capitais exclusivamente públicos, a Companhia das Lezírias, S.A.. Estende-se por 18000 ha, sendo a ocupação do solo maioritariamente montado de sobro (6.725 ha), arrozais, pinhal, eucaliptal e vinhas. As principais atividades económicas são a exploração florestal, a criação de gado, o vinho e o turismo. A Companhia das Lezírias tem a sua gestão florestal certificada por uma norma internacional (Forest Stewardship Council – FSC) e tem sido um exemplo na aplicação de boas práticas para o desenvolvimento sustentável.






Herdade da Machoqueira do Grou


A Herdade da Machoqueira do Grou localiza-se no Município de Coruche, é uma propriedade privada. Possui 2500 ha dominados maioritariamente por montado de sobro. As atividades económicas são a exploração florestal, principalmente a extração de cortiça, e a criação de gado. Têm sido desenvolvidos projetos de investigação científica destacando-se a torre para o estudo dos fluxos de carbono e água segundo o método de eddy covariance, uma infraestrutura instalada em 2009 pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa em parceria com outras instituições.






Herdade da Coitadinha


A Herdade da Coitadinha tem cerca de 1000 ha, localiza-se nas proximidades da Vila de Barrancos, onde atualmente se desenvolve o Parque de Natureza de Noudar. Atualmente é gerida pela Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, S.A. - EDIA. Em 1997 a Herdade da Coitadinha foi reabilitada num projeto de compensação pela perda de habitats induzidos pela construção da Barragem do Alqueva. A principal atividade económica é o turismo de natureza, onde são utilizadas tecnologias e técnicas de comunicação de forma integrada com a conservação da natureza e atividades turísticas. Outra atividade económica é a agricultura em produção biológica. A ocupação do solo é maioritariamente montado de azinho.





Herdade da Contenda


Situada no município de Moura, a Herdade da Contenda é uma propriedade do estado Português com 5270 ha. A gestão da Herdade da Contenda é feita, desde 2012, pela Herdade da Contenda, Empresa Municipal que desde então tem dado continuidade ao plano de gestão implementado pelo Instituto para a Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF, ex-Autoridade Florestal Nacional). As principais atividades económicas são a cinegética, a exploração florestal e o turismo. A Herdade da Contenda tem protocolos com diferentes entidades como a LPN, a EDIA, a ERENA e agentes espanhóis para a reintrodução do lince ibérico e do abutre preto. O uso do solo é principalmente montado de azinho e azinhal.